Tecnologia

#tudoautonomo

Logística inteligente: como passe de mágica

miúdo tempo de leitura
Tags: ZeroAcidentes, ConduçãoAutónoma, InteligênciaArtificial, Conectividade, Mobilidadeelétrica, Eficiência

Mesmo sem percebermos, em breve, inúmeros veículos autônomos estarão operantes: caminhões que se locomovem sem motorista em terminais de carga e descarga. Essa logística inteligente aumenta a eficiência do transporte de mercadorias e funciona com tecnologias da ZF.
Andreas Neemann, Agosto 17, 2018
author_image
Andreas Neemann escreveu seu primeiro texto para a ZF em 2001 sobre as transmissões 6HP e tem contribuído com várias publicações para leitores internos e externos, mostrando sua paixão pelos tópicos mais complexos da empresa.
Não resta dúvida de que nossa economia globalizada gera um crescente volume de transporte de carga, o que requer uma logística mais eficiente. Contudo, na prática, o panorama ainda é diferente. Assim que os caminhões chegam no local de recebimento de mercadorias, os motoristas entregam a documentação do frete, estacionam seu veículo e esperam. Tempo para descansar? É claro que não. A qualquer momento, o condutor pode ser chamado para dirigir o caminhão até a doca e desengatar a carreta para descarga, uma manobra que demanda alta precisão e concentração. Após uma longa jornada, sem pausa e com muitas manobras, geralmente os motoristas estão exaustos. No ano passado, considerando apenas a Alemanha, 16.500 acidentes de trabalho envolvendo veículos comerciais foram registrados fora das estradas – 28 foram fatais.

Logística inteligente no terminal de carga e descarga

Logística inteligente no terminal de carga e descarga

A abordagem da ZF consiste em utilizar a condução autônoma para tornar os processos no terminal de carga e descarga mais simples, confiáveis e seguros – e, consequentemente, mais eficientes em termos de custo. Basicamente, o conceito de logística inteligente da empresa foca dois veículos: o ZF Innovation Truck e o Terminal Yard Tractor, ambos capazes de realizar várias manobras sem motorista. Dispensando ajuda, o Innovation Truck encontra a posição de destino no terminal de carga e descarga, descarrega o contêiner e carrega outro. Justamente posicionar o veículo em marcha à ré com precisão logo abaixo do contêiner requer muita prática e concentração, mesmo dos motoristas mais experientes. Muitas vezes, essa operação causa danos materiais. O ZF Innovation Truck realiza essa manobra com absoluta exatidão, sempre na mesma velocidade e com segurança máxima, enquanto o condutor descansa.

Considerando apenas a Alemanha,
16500
acidentes de trabalho
envolvendo veículos comerciais foram registrados fora das estradas em 2017.

A situação apresentada no terminal de carga e descarga é viabilizada por um pacote completo da ZF:
  • Câmeras e sensores a laser monitoram o ambiente.
  • O computador central ZF ProAI processa as informações em tempo real e calcula o trajeto.
  • Sistemas mecatrônicos inteligentes da ZF transformam esses comandos em movimento e manobra: a transmissão elétrica automatizada para veículos comerciais TraXon Hybrid garante tração sem emissões e a direção eletro-hidráulica ReAX converte as instruções de esterçamento diretamente da unidade de controle, sem intervenção do motorista.

“Nosso conceito também integra a infraestrutura logística da transportadora, ou seja, estamos de olho em grande parte da cadeia logística”, afirma Mark Mohr, na ZF responsável pelo desenvolvimento de sistemas de assistência ao motorista para veículos comerciais. Isso já começa no carregamento. Fixados à carga do caminhão, tags inteligentes disponibilizam informações digitais sobre o estoque, inclusive se houve algum dano durante o transporte devido a fortes vibrações ou interrupção da cadeia de frio. O envio dos dados diretamente dos tags ao sistema de controle de estoque inclusive poderá tornar a documentação do frete supérflua.
A ZF tem mais um veículo inovador capaz de fazer manobras autônomas: o Terminal Yard Tractor, que, com alto grau de confiabilidade, leva carretas ao local de destino. Ele realiza essa tarefa ininterruptamente – se necessário, até 24 horas ao dia, 7 dias por semana – sem apresentar sinais de cansaço. Esse tipo de logística inteligente terá um rápido retorno do investimento, sobretudo em grandes terminais de contêineres e centros logísticos.
Nosso conceito também integra a infraestrutura logística da transportadora, ou seja, estamos de olho em grande parte da cadeia logística.
— Dr. Mark Mohr, na ZF responsável pelo desenvolvimento de sistemas de assistência ao motorista para veículos comerciais

Eficiência do comboio

Eficiência do comboio

A condução autônoma certamente também será mais frequente fora dos terminais de carga e descarga, já que apresenta vantagens significativas em termos de custo e segurança nas ruas e estradas. Em comboio, diversos caminhões seguem em fila mantendo distância reduzida entre si. Cada um é protegido do vento pelo veículo da frente. O espaço entre eles não supera oito metros. Assim, economizam até 15% de combustível do que viajando isoladamente. Para não comprometer a segurança no trânsito, os veículos são interconectados em rede.
Integração em rede oferece segurança ao dirigir protegido do vento pelo veículo da frente: caminhões formando comboio.

Todos os caminhões rodam automaticamente, com exceção do primeiro. Assim que seu motorista pisa no pedal do freio, o comboio todo desacelera. Os condutores dos demais veículos não precisam ficar sempre atentos à estrada. Eles apenas têm que reassumir o comando se os sistemas forem desativados. A ZF também fornece a base tecnológica para a formação de comboio (platooning). Sensores e unidades de controle eletrônico instalados a bordo possibilitam a condução automatizada. Atualmente, a ZF mantém diversas parcerias com montadoras de caminhões para projetos nessa área.

Assuntos relacionados