Tecnologia

Tudo sob controle para a mobilidade no futuro

tempo de leitura miúdo
Tags: ConduçãoAutónoma, SeeThinkAct, Eficiência, VehicleMotionControl

O chassis tem um papel determinante para uma mobilidade mais limpa, segura e confortável no futuro. Por isso, o tema "Vehicle Motion Control" é um dos quatro campos tecnológicos principais para a estratégia do grupo "Next Generation Mobility".
Kathrin Wildemann, Junho 19, 2019
author_image
Kathrin Wildemann pertence ao time permanente de redação da ZF desde 2016. Em matérias online e offline, ela prefere cobrir temas relacionados à mobilidade e outros assuntos sobre sustentabilidade.
Se pensarmos nas grandes tendências atuais prevalecentes na indústria automobilística, na maioria das vezes o foco recai sobre a propulsão, o software e a tecnologia de sensores. Muito acertadamente, pois estes componentes são essenciais para soluções de mobilidade inovadoras, conectadas em rede e sustentáveis. Contudo, um outro fator decisivo é frequentemente ignorado: o chassis é um ponto de confluência de desenvolvimentos recentes e requisitos já consolidados.

Não importa se usa uma propulsão totalmente elétrica ou convencional, com controle autônomo ou manual – o sistema complexo formado pela direção, os freios, os amortecedores, a suspensão e o direcionamento das rodas constitui a base necessária para controlar todo o tipo de veículo no tráfego. Para considerar devidamente a significância deste aspecto, a ZF identificou o tema "Vehicle Motion Control" como um dos quatro campos tecnológicos principais para a estratégia do grupo, juntamente com a mobilidade elétrica, a segurança integrada e a condução autônoma.

Tecnologia de chassis para uma mobilidade mais limpa, segura e confortável

O conceito "Vehicle Motion Control" reduz-se essencialmente ao controle de todos os movimentos do veículo: na direção longitudinal, transversal ou vertical. A aplicação mais ou menos abrupta do freio, a oscilação de um veículo de passeio ao fazer uma curva ou o maior ou menor conforto dos ocupantes ao passar por uma estrada cheia de buracos: tudo isso é controlado pelos diferentes componentes do chassis. O chassis é fundamental para a experiência de condução, a dinâmica de condução e a segurança. "A ZF ocupa uma posição única em toda a indústria automobilística: enquanto único fornecedor, possuímos os atuadores para controlar de forma abrangente todas as dimensões da dinâmica de condução. Quando se trata do conforto dos ocupantes, não deixamos nada ao acaso", afirma Dr. Peter Holdmann, diretor da divisão de tecnologia de chassis da ZF.

Sem conforto na condução, não temos automóveis autônomos

A busca de uma experiência de condução suave e agradável é muito mais do que algo meramente "desejável". O que torna longas viagens de carro uma tortura para pessoas com tendência a enjoar, veio a converter-se na questão fundamental em termos de veículos de passeio de controle automatizado. Pois quando a atenção não está focada no que se passa na estrada e no trânsito, todos os movimentos da carroceria incomodam. Para que o táxi robô do futuro possa efetivamente explorar suas vantagens como "sala rolante" ou "escritório móvel", os ocupantes têm de ser totalmente isolados da estrada e do trânsito. Isso exige um interconexão inteligente e perfeita entre todos os componentes do chassis, formando um sistema inteligente e proativo – como por exemplo o sistema de amortecimento ativo desenvolvido pela ZF sMOTION. "Com nossa tecnologia de chassis inovadora, estamos assumindo um papel pioneiro incontestável nos temas orientados ao futuro da condução autônoma e da mobilidade elétrica", relata Holdmann.
"Enquanto único fornecedor em toda a indústria automobilística, conseguimos controlar de forma abrangente todas as dimensões da dinâmica de condução. Tendo em vista as megatendências da mobilidade elétrica e da condução autônoma, a nossa tecnologia de chassis exerce um papel pioneiro incontestável."
— Dr. Peter Holdmann, Diretor da divisão de tecnologia de chassis

Tornar o automóvel elétrico ágil e eficiente

Os automóveis elétricos exigem adaptações no chassis. Para as montadoras, tal significa custos adicionais, pois têm de desenvolver uma plataforma própria para seus modelos eletrificados. Para contornar este problema, a ZF oferece com seu sistema de eixo traseiro modular mSTARS (modular Semi-Trailing Arm Rear Suspension) uma solução modular que permite a integração, neutral em termos de espaço, tanto de um acionamento do eixo elétrico como da direção ativa para eixos traseiros AKC (Active Kinematics Control) projetados pelo próprio grupo ZF. Essa solução oferece uma estabilidade de condução e agilidade adicionais aos veículos de passeio elétricos, pois, graças à integração da bateria, a distância entre eixos é com frequência estendida e o círculo de viragem aumentado. Para as novas empresas que desenvolvem sistemas de mobilidade com poucos recursos próprios para investir no desenvolvimento e na produção, a ZF enquanto fornecedora de sistemas vai ainda mais longe: o grupo integrou no Intelligent Dynamic Driving Chassis (IDDC) todos os seus sistemas de chassis mecatrônicos inteligentes com sensores e software de controle, convertendo-o em uma plataforma versátil para veículos elétricos altamente automatizados.